Conselhos e encomenda: 304 500 095

Como escolher uma cadeira?

Símbolo de convívio, as cadeiras também tornam-se num elemento decorativo por si só. Com todas as escolhas que lhe são disponibilizadas, nem sempre é fácil escolher as que evidenciarão a sua sala de jantar. Desde a cadeira design até à cadeira bistro, nós ajudamo-lo a decifrar todas as tendências, materiais e todos os estilos para que possa tomar uma decisão informada sobre as suas futuras cadeiras para a sala de jantar.
Guia de compra de Cadeiras

1. Porque deve mudar de cadeiras?

Uma mudança de casa é a ocasião perfeita para mudar de cadeiras e criar uma sala de jantar ao seu gosto. Contudo, não é necessário mudar de casa para ter vontade de redecorar a sua casa. Ao escolher umas cadeiras novas, pode, muito facilmente, dar um novo estilo à sua sala de estar ou à sua sala de jantar, sem ter de mudar forçosamente o resto da mobília.

Com todos os modelos de cadeiras disponíveis nos dias de hoje, não lhe falta por onde escolher! Quer procure otimizar o seu espaço ou ganhar em termos de conforto, certamente que encontrará um modelo de cadeira que foi feito a pensar em si!

Assim sendo, que estilo, material e modelo deve escolher? Aquilo que é verdadeiramente importante no momento de optar pela cadeira ideal é saber por onde deve começar. É por isso que lhe damos todas as dicas necessárias para encontrar as cadeiras que trarão modernidade, conforto e convívio à sua sala de jantar.

2. Como escolher as cadeiras de sala de jantar?

Para encontrar as suas novas cadeiras de sala de jantar, deve realizar 3 perguntas simples:

  • Qual o modelo?
  • Qual o estilo?
  • Qual o material?

Conforme a importância que der a cada um destes 3 critérios, poderá orientar-se mais facilmente e refinar a sua procura. Se, por exemplo, tem a certeza de que está à procura de uma cadeira escandinava, os modelos que lhe serão propostos serão à partida os modelos designados por "cadeira em forma de concha" em tecido, pele sintética ou polipropileno com base em metal ou em madeira.

2.1. Que modelo de cadeira deve escolher para a sua casa?

Hoje em dia, há dezenas e dezenas de modelos diferentes de cadeiras. Aqui, propomos-lhe os modelos mais em voga e mais procurados.

A. Cadeira clássica

Tal como o seu nome indica, a cadeira clássica é a que encontramos com mais frequência. Retilínea, com um encosto alto e 4 pernas verticais, esta cadeira permanece uma peça atemporal e incontornável no interior das nossas casas. Mas não me interprete à letra, a cadeira clássica está mais moderna: encosto acolchoado, pernas de madeira ou metal, estilo étnico, assento em pele sintética, em pele ou em tecido, inteiramente feita de madeira, esta cadeira não deixa de renovar-se para que possa surpreendê-lo, sempre.

B. Cadeira cantiléver

Resolutamente design, a cadeira cantiléver, igualmente apelidada de cadeira de suspensão livre, é facilmente reconhecida pela sua base em forma de "U". Contrariamente ao senso comum, esta cadeira é muito estável, porque repousa sobre o equilíbrio entre a base em forma de U e a forma do assento. Muito airosa, a cadeira cantiléver combina na perfeição com uma mesa de jantar design em vidro temperado, em mármore ou em aço.

C. Cadeira medalhão

Uma peça incontestavelmente incontornável da decoração, a cadeira medalhão está de volta passados tantos anos. Novos materiais, novas cores, novo visual, a cadeira medalhão, também apelidada de cadeira Luís XVI, trará charme, conforto e um espírito acolhedor à sua decoração de interior. O seu assento grande e muito confortável, bem como o seu encosto arredondado tornarão as suas refeições ainda mais agradáveis.

Além disso, se quiser estar na vanguarda das últimas tendências, opte por uma cadeira Luís XVI em veludo e jogue com as cores da sua sala de jantar.

D. Cadeira estilo rural

Atemporal, a cadeira estilo rural é reconhecível pelo seu assento em palha e pela sua estrutura em madeira. Frequentemente associadas às cadeiras de cozinha, estas cadeiras regressam gradualmente às salas de jantar para infundir um espírito tradicional, autêntico e convival.

E. Cadeira em forma de concha

De inspiração escandinava, a cadeira em forma de concha é um modelo que se inspira num design muito emblemático concebido por Charles e Ray Eames nos anos 40. Esta cadeira destaca-se pelo seu encosto arredondado em forma de concha e pelas suas 4 pernas ligeiramente em diagonal. Historicamente, esta cadeira sem apoio de braços é composta de madeira, de polipropileno (polímero termoplástico) e nos últimos tempos podemos encontrá-la igualmente em tecido, pele sintética, metal, pele, madeira e com apoio de braços, misturando assim os estilos e os materiais.

F. Cadeira gôndola

Com o seu encosto envolvente, é muito fácil confundir a cadeira gôndola com a cadeira em forma de concha. Ao contrário da cadeira em forma de concha, que tradicionalmente não tem apoio de braços, a cadeira gôndola tem quase sempre apoio de braços, ainda que sejam pequenos. Assim sendo, a cadeira gôndola distingue-se pela função envolvente do seu encosto, que está situado à altura dos ombros. Em tecido, pele sintética, veludo, com base de madeira ou de metal, a cadeira gôndola é um modelo recente que oferece-lhe inúmeras possibilidades.

G. Cadeira bistro

Inspirada no design n.º 14 de Michael Tonet do século XVII, a cadeira bistro é um modelo emblemático que se tornou muito popular graças à sua ergonomia, à sua relação qualidade-preço e ao seu estilo que atravessa gerações. Frequentemente trabalhada a partir de materiais não trabalhados - madeira, metal e palha - esta cadeira dará uma nota retro e industrial à sua sala de jantar.

H. Cadeira perfurada

O último modelo que lhe apresentamos, mas não deixando nada a dever aos demais, a cadeira perfurada, é muito facilmente reconhecível pelo seu assento perfurado. Na maioria das vezes inteiramente feita de policarbonato (polímero termoplástico) transparente ou de polipropileno, esta cadeira existe igualmente com os pés em metal para criar um visual mais design. A vantagem do modelo da cadeira perfurada é que este permite-lhe empilhar facilmente todas as suas cadeiras para economizar espaço, algo que não deve ser descartado a priori! Este também é um dos motivos pelos quais pode encontrá-las como cadeiras de jardim.

2.2. Por que estilo de cadeira deve optar?

Consoante a tonalidade que deseja dar à sua sala de jantar, poderá optar por um estilo ao invés de outro. Afinal, de quanto tempo é que precisa para determinar o estilo de cadeira que corresponde consigo? E como diferenciar os estilos entre elas? Resumidamente, explicamos-lhe tudo o que precisa saber sobre os estilos das cadeiras.

A. Cadeira design

Primeiro indício a considerar se pretende reconhecer uma cadeira design - o material. Fabricada frequentemente em materiais modernos como o metal, a pele sintética, o policarbonato ou o polipropileno, a cadeira design caracteriza-se pelas suas linhas gráficas e pela sua forma minimalista. Assim sendo, não há supressa alguma quando encontra as cadeiras cantiléver nesta categoria.

B. Cadeira escandinava

O aconchego é o ponto focal da cadeira escandinava. Com o seu espírito acolhedor, as suas linhas arredondadas e delicadas, a cadeira escandinava será ideal para quem deseja infundir a sala de jantar de suavidade e convívio. O ponto forte da cadeira escandinava é que esta integra-se facilmente com todos os tipos de decorações, desde que não sejam muito contemporâneas nem muito design. A cadeira escandinava oferecer-lhe-á inúmeras possibilidades em termos de materiais e modelos: em forma de concha, gôndola, pele sintética, polipropileno, madeira ou tecido.

C. Cadeira étnica

Muito em voga, a cadeira étnica distingue-se pelos materiais nobres: madeira exótica, teca, mogno ou efeito vime entrelaçado, além de o levar a viajar um pouco por esse mundo fora! Caso a combine com um tapete berbere e móveis étnicos em madeira, esta cadeira proporcionará calor à sua decoração de interior.

D. Cadeira industrial

Materiais não trabalhados, linhas declaradas e cores preta ou camel, a cadeira industrial trará carácter e notas retro à sua decoração de interior. Para uma decoração industrial declarada, associe-a com uma mesa em madeira exótica maciça com base em madeira ou metal.

E. Cadeira estilo charme

Podemos associar muito claramente a cadeira estilo charme à cadeira medalhão Luís XVI. Delicada, suave e atemporal, a cadeira estilo charme trará elegância e requinte à sua decoração de interior. Com todas as cores e materiais disponíveis para as cadeiras medalhão, uma coisa é garantida, pode dar asas à sua criatividade!

2.3. De que material devem ser as minhas cadeiras?

Se, para si, a escolha do material é o aspeto mais importante, então chegou ao sítio certo. Consoante o material que pretende escolher, há diferentes possibilidades em termos de estilos e de modelos de cadeiras que lhe serão propostos. Cada material tem as suas respetivas características e vantagens e é importante conhecê-las pormenorizadamente antes de efetuar a sua escolha.

A. Cadeira em tecido

O material que mais comummente se encontra nas cadeiras, o tecido, oferece uma grande escolha em termos de composição, de cores e de estilos. O tecido clássico (poliéster) garante-lhe uma manutenção fácil no dia-a-dia e uma vasta escolha de cores. O veludo, quanto a si, oferece-lhe suavidade, conforto e brilho. Quanto ao tecido microfibra, este será igualmente muito fácil de cuidar com o seu toque de pele de pêssego, permitindo que os líquidos fluam pelo tecido ao invés de serem absorvidos diretamente. A vantagem da cadeira em tecido é que esta revelar-se-á muito confortável porque, na maioria das vezes, é estofada com espuma.

B. Cadeira em pele sintética

A pele sintética é, sem dúvida alguma, o material mais fácil de cuidar. Se tem uma família grande, a cadeira em pele sintética facilitar-lhe-á a vida no quotidiano. No entanto, esta cadeira também será uma escolha estética dado que está muito em voga e é muito utilizada em diferentes tipos de cadeiras: escandinava, clássica, design, industrial e inclusive estilo charme. Finalmente, a cadeira em pele sintética é ideal para os orçamentos mais reduzidos que procuram encontrar um material que se assemelhe à pele a um preço acessível.

C. Cadeira em pele

Material nobre, a cadeira em pele garantir-lhe-á conforto, elegância e longevidade. Encontramo-la cada vez mais inserida no estilo industrial. A cadeira em pele é um valor assegurado para os que procuram uma cadeira atemporal e elegante, da qual possa usufruir durante vários anos.

D. Cadeira em madeira

De valor assegurado, a cadeira em madeira é atemporal. Quer prefira a cadeira no estilo étnico em madeira exótica, no estilo rural ou inclusive bistro, a cadeira em madeira distingue-se pela sua grande solidez e pelo carácter nobre da sua composição.

E. Cadeira em polipropileno ou em policarbonato

O polipropileno e o policarbonato são polímeros termoplásticos, o que significa, em termos práticos, que são materiais plásticos submetidos a uma temperatura elevada para produzirem a moldação e os acabamentos de uma cadeira. O policarbonato é mais sólido e poderá ter um aspeto transparente. O polipropileno, quanto a si, será igualmente muito resistente e mais económico. Quer escolha um ou outro destes materiais, a vantagem das cadeiras que são inteiramente fabricadas a partir de plástico é que tanto pode utilizá-las no interior como no exterior.

3. Como instalar e cuidar das suas cadeiras?

3.1. Instalação

Para os que não são muito dados a meter mãos à obra, saibam que não há nada mais simples do que montar uma cadeira. Entregues, na maioria das vezes, com o assento e as pernas separadas, a montagem das cadeiras não requer mais do que 5 a 10 minutos em média para aparafusar as pernas e o assento. Alguns modelos, como as cadeiras perfuradas inteiramente feitas de polipropileno ou policarbonato, são entregues montados, tornando ainda mais fácil a sua tarefa.

3.2. Manutenção

A manutenção dependerá do material, ou materiais que compõem a sua cadeira:

  • Pele: nas cadeiras em pele, passe regularmente um pano ligeiramente humedecido para remover o pó e limpe-as com sabão específico para a pele a cada 2 semanas. Sensivelmente a cada 1 a 2 meses passe um leite protetor ou um creme hidratante na pele para nutrir o material. Na eventualidade de manchar a sua cadeira, a solução prática e eficaz é passar um leite de bebé ou leite de limpeza muito delicadamente com a ajuda do algodão.

 

  • Tecido: muito simples de manter, o tecido não precisa mais do que sabão para limpar as manchas.

 

  • Madeira: caso evite sujeitar os seus móveis em madeira a alterações muito fortes de temperatura e os preserve da humidade, a manutenção não requer mais do que uma enceradura uma vez por ano.

 

Pele sintética, polipropileno e policarbonato: quanto a estes 3 materiais, a manutenção é muito simples dado que basta passar simplesmente um pano com água para limpá-las.

Descubra também:

Guia de compra
Como escolher a sua estante?
Como escolher a sua estante?
Quer seja um leitor assíduo ou um amante de bibelôs de todo o género, a estante faz parte dos elementos incontornáveis e atemporais que equipam praticamente todas as casas. A diversidade dos formatos e dos estilos permite-lhe, por conseguinte, escolher uma estante que responderá na perfeição às suas necessidades e pretensões. Quais são os critérios a ter em consideração?
Guia de compra
Como escolher o seu móvel de TV?
Como escolher o seu móvel de TV?
A televisão impõe-se muitas vezes como o ponto focal da sala ou de um espaço de lazer sendo, portanto, essencial considerar este ponto para dispor de uma decoração harmoniosa. Quer queira dissimular o televisor no seu ambiente ou, pelo contrário, evidenciá-lo, a escolha de um móvel de TV adequado à sua decoração e ao seu orçamento será determinante. Quais são os critérios de seleção de um móvel de TV, e como escolher o modelo mais adequado às suas necessidades? Uma escolha mais complicada do que parece à primeira vista! Consulte os pontos abaixo, elaborados a pensar em si, pela Vente-Unique.
Guia de compra
Como escolher o seu aparador?
Como escolher o seu aparador?
Prático e sempre à mão de semear, o aparador etilo guarda-louça perdeu o seu aspeto maciço de outrora para adquirir um design mais moderno e leve, que pode encontrar o seu lugar sem grande dificuldade num interior de estilo moderno. A escolha do melhor aparador depende tanto das suas pretensões em termos de espaço de arrumação como das suas preferências estéticas. Abaixo, pode consultar um resumo completo, elaborado a pensar em si, pela Vente-Unique!

O N.º1 da venda de mobília online

As suas garantias