O prazer das sementes e da cultura hortícola não precisa de esperar pela primavera! Hoje em dia, a compra de uma estufa já não é mais um luxo e pode ser algo que qualquer pessoa que tenha uma paixão pela jardinagem pode considerar. Há inúmeros modelos no mercado, com formas e funções diferentes, assim sendo, o que deve considerar para fazer uma escolha sensata? Abaixo, dispõe de um resumo completo, elaborado a pensar em si, pela Vente Unique.

1. Porque deve instalar uma estufa?

A estufa tem como função armazenar o calor e criar um microclima favorável para o desenvolvimento de determinadas rebentos e plantas. O proprietário de uma estufa pode contar com esta para semear as suas sementes durante praticamente todo o ano e, acima de tudo, proteger as plantas mais frágeis das intempéries do inverno.
 
Vasos, plantadores, culturas sem solo, recipientes pequenos, canteiros de legumes... A estufa pode adaptar-se a todos os tipos de culturas e constitui um aliado precioso das mãos verdes mais ambiciosas.

2. Quais são os diferentes tipos de estufas?

Há vários tipos de estufas que disputam a atenção dos jardineiros. Nem todas se destinam necessariamente ao mesmo fim:
 
- A estufa clássica tem uma forma comparável de uma casa pequena, com as suas respetivas paredes e o seu telhado. Feita a partir de vidro ou em policarbonato, com uma estrutura de metal/alumínio, esta permite-lhe abrigar vários tipos de plantas e é disponibilizada numa grande variedade de dimensões. Tenha em consideração que este tipo de estufa tem uma estrutura fixa.

- A estufa tipo túnel, tal como o seu nome indica, tem a forma característica de um grande cilindro. A armação da estrutura, geralmente feita de aço galvanizado, é coberta por uma grande lona em polietileno. A estufa tipo túnel é móvel e, portanto, pode ser instalada nos meses mais frios e retirada quando se aproximam os dias de calor. É muito conveniente para as culturas prematuras e de inverno.

- A estufa com apoio de parede é apoiada numa das paredes da casa. Esta característica torna-a muito estável e melhor isolada do que outros tipos de estufas. A estufa com apoio de parede é perfeita para plantar uma pequena quantidade de plantas durante o inverno ou para tirar partido de belas variedades tropicais à porta de casa.

- A estufa mini é composta por vários compartimentos pequenos para abrigar as suas sementes e os seus rebentos, mas também para proteger algumas plantas da geada. Este tipo de estufa revela-se uma escolha inteligente para uma varanda.

3. Que materiais devem compor a sua estufa?

estufa de policarbonato, leve e robusta, substitui vantajosamente os modelos em vidro temperado. Este material tem uma vida útil de 10 anos, no mínimo, e deixa passar uma grande quantidade de luz, permitindo que as suas plantas gozem de um ambiente saudável. Certifique-se de que escolhe um modelo com uma espessura de policarbonato de pelo menos 4 milímetros, para garantir um bom nível de isolamento térmico.

A estufa em vidro, mais cara, permanece uma escolha atrativa para determinados requisitos mais específicos, dado que o material tem uma vida útil potencialmente ilimitada e constitui um bom isolante térmico.
 
No caso de uma estufa tipo túnel, preste atenção à qualidade do polietileno que compõe a lona: este material é, de facto, biodegradável, devendo ser substituído, em média, decorridos 3 a 5 anos. Privilegie, se possível, um tratamento anti UV, uma espessura dupla e uma densidade igual ou superior a 200 g/m².
 
Finalmente, a estufa de madeira acrescenta incontestavelmente um certo charme, mas constitui uma construção mais pesada. Os dois tipos de madeira mais privilegiados são o cedro vermelho do Canadá e o pinho silvestre.

4. Dimensões de uma estufa

As dimensões da estufa determinam a área total de cultivo. O risco principal é estimar em alta as suas expetativas: no âmbito de uma cultura hortícola normal, estima-se que, de facto, apenas 10% da área precisará da proteção fornecida por uma estufa durante o período de inverno.
 
Não se esqueça que a instalação de uma estufa está sujeita às regras habituais em termos de planeamento urbanístico. Até uma área de 20 m² e uma altura inferior a 3 m, só tem de declarar a construção da estufa à câmara municipal. Acima de uma área de 20 m², já é obrigatório solicitar uma licença.

5. Quanto custa uma estufa?

Só precisará de uns meros trinta euros para encontrar uma estufa de jardim pequena mais barata. As estufas tipo túnel são as mais acessíveis e situam-se geralmente num preço entre os 100 e os 200 €. Caso queira optar por uma estufa grande tradicional, a fatura pode ascender aos 500 ou 600 €.
 
Escolha agora mesmo a sua estufa para oferecer às suas plantas mais frágeis todas as condições que estas merecem para florescerem.

Descubra também:

Guia de compra
Guia de compra
Guia de compra
Guia de compra